20 de set de 2010

Errei e agora? O corte não agradou


Questão de ordem Uma das opções para consertar camadas e repicados malfeitos é apelar para um corte reto. “Se, ao contrário, o que deveria ser simétrico entortou, a solução é repicar”, avisa Lucas Ramos, da Ophicina do Cabelo, no Rio de Janeiro. Mas é bom ficar sabendo: nos dois casos, será preciso tirar um pouco do comprimento.

Ângulo certo Claus Borges, do Beka Internacional, em São Paulo, aponta outra saída para quem tem fios longos e ficou com o repicado errado: acentuar a tosa a partir do queixo. “Assim, o cabelo ganha mais movimento e a falha não fica tão evidente. Bônus: você vai perder pouco no comprimento.”

Camuflagem Não quer encarar a tesoura de novo? Então, vá de musse de volume. Se você tem cabelos finos, aplique o produto nos fios úmidos e seque com difusor para que o ondulado disfarce as linhas tortas. Nos grossos e cacheados, espalhe a musse no cabelo bem molhado, amasse com as mãos e deixe secar ao natural.

Preso fashion Outro recurso é apelar para tranças, rabos de cavalo e coques banana, que estão em alta. Para fixar os fios, recorra a uma pomada potente.

Sem rebeldia Se o cabeleireiro exagerou no repicado e os fios ficaram muito curtos e rebeldes ou você não consegue mais viver sem a escova — o que realça ainda mais as linhas do corte —, Marco Antônio de Biaggi sugere recorrer novamente à pomada. “Coloque o equivalente a uma ervilha de produto na palma das mãos, esfregue uma na outra e passe nas mechas secas, da metade do comprimento às pontas, para assentá-las, ou só onde os fios precisam ser domados”, ensina.

Experimente
Mousse Avolumante Chá Verde e Extrato de Hipérico
, Ecologie, R$ 22. Luxurious Volume Bountiful Body Mousse, John Frieda, R$ 47.
Root Pump Plus Volumizing, Big Sexy Hair, R$ 68.
Pomada Fix, Truss, R$ 36.
Gloss Wax Techni.art, L’Oréal Professionnel, R$ 66.
One, K.Pro-Profissional, R$ 48.
Illuminating Polish, Alfaparf, R$ 62.
Hard to Get, Tigi, R$ 98.

Nenhum comentário: