29 de mai de 2011

Hair Lifting: alisamento mais poderoso que escova progressiva

Hair Lifting UOM Nano Repair - Tânagra

O que é?
Feito no salão, o procedimento alisa de forma progressiva e trata os fios. E mais: rejuvenesce as madeixas, pois repõe parte da massa capilar perdida com o tempo e pelo uso de química e de secador. É indicado para cabelos quimicamente tratados.

Como funciona?
Feito à base de glyoprotein, ativo que combina ácidos e 11 aminoácidos essenciais à saúde dos cabelos."O produto se fixa entre as pontes de hidrogênio - responsáveis pela estrutura dos fios - e altera sua forma, deixando-os mais lisos", explica a técnica da marca, Darlene Bráulio.

Dependendo do cabelo, uma aplicação pode não alisá-lo. É possível, porém, repetir o procedimento várias vezes - realizar duas aplicações no mesmo dia - até alcançar o efeito desejado.


Benefícios
Reduz o volume, alisa, dá brilho e maleabilidade aos cabelos. Além disso, dispensa o uso de chapinha. "Para alisar os fios, o ativo deve ser associado a uma fonte de calor de apenas 75° C a 85° C, temperatura alcançada pelo secador", diz Darlene.

Durante o procedimento, os cabelos não perdem água ou massa proteica, ou seja, não ficam ressecados, finos ou quebradiços, como em muitos processos de alisamen
to.


Duração do procedimento
Em média, duas horas.

Manutenção
Até 40 lavagens. Como tem efeito progressivo, quanto maior o número de aplicações, maior a durabilidade do tratamento nos fios.

Contraindicação: gestantes

Preço: varia de R$ 150* a R$ 500*


Para durar mais..

O novo tratamento deixa os fios lisos por mais tempo!

O Lifting Shock Uom Nano Repair reconstrói os cabelos e aumenta em até 30% a durabilidade tanto do Lifting Hair como de escovas progressivas.

O segredo é um aparelho chamado nanoaspersor, que faz com o conteúdo das

duas ampolas utilizadas no procedimento passem do estado líquido para o gasoso, penetrando facilmente nos fios.

Preço: varia de R$ 90* a R$ 180*



Parece ser muito boa hein, vou procurar saber mais sobre ela.

Nenhum comentário: